Associação de Agricultura Biodinâmica do Sul

“Rudolf Steiner afirmou que adubar consiste em vivificar a Terra e com base nesta afirmação trouce os preparados como sendo mediadores entre a Terra e o Cosmo, ajudando as plantas na sua tarefa de serem órgãos de percepção da Terra.”

 

Preparados

 

Os preparados biodinâmicos foram desenvolvidos por Rudolf Steiner, com base na Antroposofia, antes e durante o Curso Agrícola em 1924. Steiner afirma que “adubar consiste em vivificar a Terra” e com base nesta afirmação traz os preparados como sendo mediadores entre a Terra e o Cosmo, ajudando as plantas na sua tarefa de serem órgãos de percepção da Terra.

 

Estes podem ser divididos em dois grupos; os que são pulverizados no solo e nas plantas, e os que são inoculados em composto ou outras formas de adubos orgânicos como biofertilizantes e chorumes. Os Preparados tem uma numeração que vai de 500 a 508 que surgiu primeiramente como um código e nos dias de hoje facilita a comunicação internacional, entretanto é melhor utilizar o nome próprio de cada um quando nos referirmos a eles.

 

Os preparados podem ser considerados como remédios homeopáticos no que diz respeito às substâncias naturais utilizadas, aos processos de dinamização e a atuação através de forças e não de substâncias e por serem utilizados em quantidades mínimas, entretanto eles não se prendem a teoria ou a prática da homeopatia médica. Eles são elaborados a partir de plantas medicinais, esterco e silício (quartzo), que são envoltos em órgãos animais, enterrados no solo e submetidos às influências da Terra e de seus ritmos anuais.


Preparado Chifre-esterco – 500

 

Direciona-se ao solo e às raízes proporcionando maior atividade biológica e vitalidade favorecendo o desenvolvimento vegetativo da planta e as relações de simbiose da rizosfera.

 
Preparado Chifre-sílica – 501

 

Este é o “preparado da Luz” que atua trazendo forças da periferia cósmica e intensificando a atuação da luz solar. Este preparado é essencial para a estruturação interna das plantas e seu desenvolvimento assim como para a qualidade nutritiva das plantas e para a resistência a doenças.

 

Preparados para Compostagem – 502 a 507

 

Os seis preparados elaborados a partir das plantas medicinais milfolhas (502), camomila (503), urtiga (504), casca de carvalho (505), dente de leão (506) e valeriana (507), servem como suplemento ao composto, esterco, chorume e biofertilizante; conduzindo e organizando os processos de fermentação e decomposição. Por meio do composto preparado, eles colocam as plantas em uma condição na qual as forças do Cosmo sejam mais atuantes.

 

Fladen – 508

 

Outra forma de uso dos preparados de composto é através do Fladen. Este “preparado acessório” foi elaborado posteriormente a Rudolf Steiner inspirado em uma prática a muito utilizada pelos agricultores europeus. Este preparado é elaborado com esterco fresco consistente e bem formado misturado a pó de basalto e cascas de ovos trituradas e aplicam-se os preparados. Direciona-se a “compostagem laminar” trazendo as forças dos preparados para compostagem no local de aplicação.

 

Dinamização

 

Dinamização é um movimento rítmico que transfere as forças contidas nos Preparados (pequenas substâncias) para a água. Faz-se um movimento circular de modo a formar um vortex/ “funil”, ou redemoinho, na mistura, proporcionando uma certa ordem; e assim inverte-se o sentido do movimento desfazendo-se esta ordem e criando-se um caos. Este procedimento gera maior contato entre as moléculas de água e do Preparado, o que permitirá melhor permeação da energia na água. A dinamização, este movimento rítmico de ordem e caos, é uma imitação dos processos da vida. Por isto é algo essencialmente importante no que diz respeito aos Preparados.

 

Adquira os preparados em nossa loja online.