Associação de Agricultura Biodinâmica do Sul

 

O animal no organismo agrícola

 

Existe a necessidade de se empregar-se na agricultura uma fonte de energia que permita qualificar as atividades ali realizadas, sem que sejam perdidas outras já alcançadas, como a eficiência econômica, ambiental e social.

 

O projeto afirma ser a energia originada do emprego de animais de tração, a fonte em questão, por suas peculiaridades de pertinência ao ambiente, acrescida da eficiência econômica e social.

 

A primeira qualidade do projeto é sua modernidade. Isto é, empregar animais para os serviços nos organismos agrícolas, está de acordo com as mais recentes propostas relativamente a uma mudança da matriz energética, que tenham como finalidade a diminuição da emissão de gases tóxicos na atmosfera. Sua modernidade também se encontra na geração de novas tecnologias, como é o desenvolvimento de equipamentos adequados as demandas relativas a ergonomia para os animais, com a intenção que os seus esforços mantenham sua saúde em boas condições.

                                                        

Na busca por independência quanto aos fatores de produção, a tração animal permite que o agricultor passe a usar energia produzida no próprio organismo agrícola, sendo desnecessária a aquisição de combustível. Note-se que os custos para esta produção de energia são muito inferiores aos custos de manutenção de tratores, por exemplo. Do ponto de vista da economia o emprego de animais para os serviços agrícolas é uma

alternativa econômica redutora de custos para a produção nas áreas de agricultura familiar, tendo em consideração a eficiência da tecnologia e sua eficiência.

 

Por outro lado, a utilização de animais nos organismos agrícolas é socialmente positiva, porque promove a sua interação com o homem e também entre o homem e o meio ambiente, considerando que o fruto do trabalho conjunto só poderá ser alcançado em um processo de cooperação, que será realizado obrigatoriamente no espaço aberto. E, o trabalho com tração animal permite uma interação entre os agricultores de uma mesma localidade, para troca de informações, estimulando os processos de conhecimento.

 

O projeto vai no sentido de qualificar e ampliar a existência animal nos organismos agrícolas.

 

Com o objetivo de conscientizar e defender o trabalho dos animais com o conjunto com os seres humanos, respeitando seu bem estar, será realizado pela ABDSul um curso sobre a atuação do animal no organismo agrícola em Santa Maria/RS e Florianópolis/SC, em julho e agosto, consecutivamente.